/var/www/html/wp-content/themes/istoe-wp-theme Renegade, Compass e Commander: Jeep explica o significado dos nomes - Motor Show

Para muito além do visual, equipamentos ou a marca, o nome de um carro é a “alma” do produto. Isso seja quando simplesmente lembrado ou pelo seu significado.

Pensando nisso, a Jeep explica a nomenclatura de seus modelos. A marca afirma que o processo para “batizar” envolve, claro, uma série de pesquisas, análises e criatividade, mas que traduzem o legado e a trajetória das sete fendas.

“Bússola, comandante, gladiador: a maioria das nomenclaturas vem do inglês, em referência à origem da marca, que remonta a 1941, quando o exército dos EUA assinou um contrato com a Willys-Overland para esta ser a principal fornecedora do exército americano. Mais do que isso, cada um deles também remete às suas características fundamentais, como valentia, estilo de vida e habilidades off-road”.

+ Jeep Wrangler 2024 é apresentado no Salão de Nova York
+ SUVs: Jeep Compass passa Hyundai Creta em vendas no mês de março
+ Fábrica da Jeep no Brasil completa 1 milhão de unidades produzidas
+ Jeep revela carros-conceito nas trilhas do 57º Easter Safari

Conheça mais dos atuais nomes da Jeep:

Renegade: o SUV empresta seu nome de uma versão do clássico CJ e que, nos anos 1990, batizou também um pacote de opcionais do Wrangler. Na tradução do inglês significa “renegado”, ou “aquele que quebra tradições”.

PreviousNext

Compass: em inglês significa bússola, instrumento utilizado para navegação e orientação. Outro conceito que o modelo carrega em seu nome é a ideia de que te levará aos lugares que você deseja.

PreviousNext

Commander: o “comandante” remete às origens da marca.

PreviousNext

Wrangler: sucessor do CJ, o Wrangler foi incorporado à linha da Jeep depois de 1987, quando a marca foi comprada pela Chrysler. No inglês, significa um cowboy, que trabalha duro independente da situação.

PreviousNext

Gladiator: o “gladiador” (tradução do inglês) da Jeep chegou ao mercado brasileiro no ano passado. Assim como um soldado romano, a picape da Jeep tem como objetivo ser robusta.

PreviousNext

No entanto, essa não foi a primeira vez em que a Jeep batizou uma picape. A primeira Gladiator foi fabricada entre 1962 e 1971, nos Estados Unidos, como sucessora da Willys Jeep Truck. Na Argentina, essa produção ocorreu até 1977.

MAIS NA MOTOR SHOW:

+ SUVs mais vendidos: motivos pra comprar (e pra não comprar)
+ Ram bate recorde de vendas no Brasil durante o mês de março
+ Veja quais são os hatches 0km mais vendidos no Brasil em 2023
+ Fiat Toro: picape alcança a marca de 400 mil unidades vendidas no Brasil
+ Comparativo de Carros Elétricos: Peugeot e-208 GT vs. Mini Cooper SE vs. Fiat 500e vs. Renault Zoe
+ Veja qual é o significado dos códigos de erro nos painéis dos Chevrolet
+ Chevrolet confirma os preços das novas versões do Tracker; veja
+ Tecnologia da BYD permite dirigir carro com apenas 3 rodas; assista
+ Avaliação: Porsche Macan é um esportivo em corpo de SUV
+ Avaliação: Volkswagen Virtus 2023 tem missão dupla
+ CNH: grupo de motoristas tem até abril para renovar
+ Avaliação: Corolla Cross Híbrido 2.0 tem 197 cv e humilha o brasileiro com freio eletrônico e muito mais
+ Dafra lança NH 300 no mercado brasileiro por R$ 23.990